segunda-feira, 9 de março de 2009

Criar meu website

Fazer minha home-page 
Com quantos gigabytes 
Se faz uma jangada 
Um barco que veleje 

Que veleje nesse infomar 
Que aproveite a vazante da infomaré 
Que leve um oriki do meu velho orixá 
Ao porto de um disquete de um micro em Taipé 

Um barco que veleje nesse infomar 
Que aproveite a vazante da infomaré 
Que leve meu e-mail até Calcutá 
Depois de um hot-link 
Num site de Helsinque 
Para abastecer 

Eu quero entrar na rede 
Promover um debate 
Juntar via Internet 
Um grupo de tietes de Connecticut 

De Connecticut acessar 
O chefe da Macmilícia de Milão 
Um hacker mafioso acaba de soltar 
Um vírus pra atacar programas no Japão 

Eu quero entrar na rede pra contactar 
Os lares do Nepal, os bares do Gabão 
Que o chefe da polícia carioca avisa pelo celular 
Que lá na praça Onze tem um videopôquer para se jogar 
(Gilberto Gil)

O post hoje é sobre Inclusão Digital (e um pouco sobre Inclusão Social - tema da blogagem coletiva), um monte de coisa me veio à cabeça, incluindo essa música aí de cima. Antigamente a gente ouvia falar de inclusão social e já era difícil, imagine hoje. A famigerada Globalização encurtou distâncias e a tecnologia deixou você e eu a distância de um clique, esse blog é o melhor exemplo disso. O que somos e como somos colocamos online. Foi-se a época das cartas, temos email. Foi-se a época da TV, temos a TV digital. E o youtube, o google e o orkut, sites, sítios, pontos feitos de 0 e 1 que se tornaram imprescindíveis. É a nova revolução das máquinas. Você pode ser usuário, noob, newbie, nerd e tudo o mais que a foto pode ser fake e alguém vai acreditar em você, gostar de você mesmo sem te ver. Acho isso fantástico e assustador. Porque ao passo que nós com acesso crescemos e aceleramos o mundo, os excluídos ficam cada vez mais baixo na escada da Era digital...

Eu sempre fico feliz de ter nascido nesse tempo, de ver tudo mudando num piscar de olhos, mas eu não troco a minha infância de joelhos ralados no quintal por um Wii (mesmo que eu possa ser uma jogadora de tênis ou rockstar de primeira), certas coisas para serem passadas a contento por um computador deveriam deixar de existir primeiro.

Photobucket

beijo*

16 comentários:

Única e Exclusiva disse...

Essa música é show, a melodia, o ritmo, o cantor, perfect, bela escolha para ilustrar seu texto. Concordo com suas palavras é "fantástico e assustador", numa dualidade impressionante.

Dias melhores viram para os excluidos, todos tem direito a um lugar ao sol.

Bjinhos ú&e ;*********

Diego? Glommer? disse...

Nha...

Que post legal.

Com relação a exclusão é triste ver que ela se verifica em todos os pontos. Não só no mundo digital como também no real.

E sobre essa questão da própria vida, creio que mais que qualquer negocinho virtual, mais vale a vida real. As experiências pessoais e etc...
Porque aqui por mais legal que seja não vai substituir nenhuma delas.

Beijos, moça.

http://solucomental.blogspot.com

Eu e a solidão disse...

AHJHAHA ao ler o título do post no meu blog eu já comecei a cantar a música rssrsr

Adoro essa coisa instantânea que é a internet... não vivo mais sem...

Beijos!

Nina disse...

Sabe que semana passada eu discutia com meu namorado sobre o fato de o blog significar, pra mim, interação social. Na cabeça dele, e de muita gente, esse conceito não cabe.
Alguns não conseguem encarar que o tempo dos joelhos ralados meio que ficou pra trás...

Beijoks

Crisenta disse...

haha concordo com vc de ser agradecida por viver 'nessa época' no qual a mais acessibilidade à tudo graças a internet e a inclusão digital, mais confesso que amo mandar e receber cartas e ate pouco tempo ainda o fazia.. grande beijo

[ rod ] disse...

O mundo mudou e seu tempo também. Costumo dizer que o futuro existe e é agora... essa globalização que nos engoliu trouxe todo bom e mal do que é novo...

Bjs moça,





Novo Dogma:
reiNo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Marcela disse...

Quando assisto filme dos anos 80 fico até assustada. Como a tecnologia evoluiu de lá pra cá!!!

E em algumas décadas como será?
tele-transporte?!
owwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww

Abraços!

Thiago Assis disse...

é importante mesmo as inovações tecnológicas, mas também não troco minha infância de chegar todo sujo e suado em casa depois de jogar bola na rua por um fifia 2010 =]
não mesmo =D


www.thiagogaru.blogspot.com

Lela disse...

Pois então, eu sou a favor da inclusão digital mas também sou meio contra porque as relações interpessoais estão quase extintas. Já fui alheia a isso tudo, já fui viciada... agora tô no meio termo e é o melhor, eu acho!

Um beijo.

Diego? Glommer? disse...

Não sou fã. Apenas me simpatizei uma época... Há muuuuuuuito tempo.


Ah... teve uma vez que cheguei a dançar aquilo. Com uma galera na escola.

Acredita?

Beijo
.

http://solucomental.blogspot.com

Helen Marie disse...

Gostaria de ter participado dessa blogagem. Taí um assunto que vale ser discutido e difundido.
Abraços,
Helen

Amiga do Cafa disse...

Cada tempo tem lá suas mudanças .
Eu gosto demais do mundo digital.
É o progresso. É a evolução.
Mas quem está " excluído " não sente falta. Ninguém sente falta do que não tem.
No mundo há espaço pra todos.
Grande beijo !

Andreas Ribeiro disse...

Eu acho esse assunto magnífico!!!

realmente as relações sociais mudaram com o advento da internet, temos amigos reais e virtuais... existem até os namoros, sem falar nas pessoas com "vidas fakes virtuais" isso é quase surreal e ao mesmo tempo, tão no nosso meio...

Mas também acho fantástico ter feito parte da infância joelho ralado nbo quintal!!!

Beijãooo
Andy

Fernanda disse...

Caraca, essa coisa de blogagem coletiva tá em monte de blogs. Oo
Mas então eu tbm me orkut de ter tido uma infância boa, com direito a cair no latão de lixo e tudo mais rs.
Ao mesmo tempo que a tecnologia nos uni, ela nos separa.

Yuuko-sama disse...

presivo me situar mesmo na tecnologia
pow sim sim vou passar concerteza no vestibular algum dia XD

SuNshyne disse...

Essa musica do gilberto gil era bom porque tinha uma propaganda do itau que tinha ela como musica!

 
Template by suckmylolly.com